Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2005

noite como esta

molho de chaves

memória do armário

noite clara

noite escura

signo escorpião

espécie maior

ruído

solidão escura

areias brancas

não estou capaz

o dia a conquistar

esperando

de um verbo

de vidro

a cadeira

secos de tão velhos

vieram e partiram

chinfrania

véspera